domingo, 25 de dezembro de 2011

NOTAS...



Notas...

(...)

Talvez hoje eu tenha muito que falar, se eu resolvesse contar um
pouco do turbilhão de sensações que sinto. 
Tem dias que somos cortados por dentro, são dias de saudades, 
de lembranças de dias que foram nossos, apenas nossos.
Dias que contamos nossas culpas ao travesseiro, 
que reavaliamos um pouco do que poderia ter sido feito e do que não se pôde fazer. 
Dias que apenas o silêncio da noite entende, dias que a noite 
está calma e nos escuta paciente.
Hoje eu gostaria de resgatar um pouco de mim e do que eu fui.
Gostaria de abraçar com carinho cada pessoa especial que 
passou na minha vida.
Isso não é possível, eu sei. Então decidi fazer o que posso; 
Perdoar a mim mesma pelo o que não fiz por mim, perdoar algumas marcas. 
Pretendo melhorar como pessoa, prestar mais atenção aos que me cercam. 
Procurar amigos, meus velhos amigos, não deixá-los apenas na agenda telefônica. 
Enfim, lutar pela minha felicidade.
Sei que os dias não são fáceis e que ainda travarei algumas lutas,
especialmente pessoais. 
Mas, sinto um desejo de amar incondicionalmente e sei
que essa minha crença no amor não será em vão.

(Lene Dantas]

Nenhum comentário:

Postar um comentário